#notimprovised

Imprevisível não é o mesmo que improvisado. A chave das Relações Públicas está na antecipação e não na previsão.

A transmissão e proliferação de informação nos social media é frenética e o sucesso está em fazer parte dessa “conversa global” onde tantas ideias convergentes e divergentes coexistem.

O que para as organizações há uns anos era uma história corporativa pré-estabelecida, com um início, meio e fim, num circuito fechado, hoje é #Live. As audiências são ativas, participam e contribuem, existe interação e feedback, e a atividade das organizações está em constante countdown para que não fiquem “out of conversation“.

Mas, a ideia a reter é: The best brands who are operate in real time are the brands who are planning ahead for it.”

Estar atento à “conversa global”!

As pessoas partilham o que vão fazer, comentam o que pensam sobre determinado assunto, dizem o que sentem, onde foram, onde vão, etc. E tudo isto pode ser visto como muito mais do que uma mera transação de informação. As pessoas conversam acerca do que interessa no momento ou num momento futuro e é aqui que o planeamento em RP é fundamental e deve ser exaustivo: explorar ao máximo o engagement  dos indivíduos com as situações, com os conteúdos ou com os outros indivíduos e transformar isto em “consumer experience” 

E é por isso que é #Live, porque tudo que hoje comunicamos tem primeiramente a influência das audiências e só depois nas audiências.

Até os media tradicionais se tornaram #Live e a sua adaptação aos social media foi inevitável para que não fossem totalmente substituídos. – “it’s 1, 2, 3 independent sources, so it may change de immediacy of what we are doing in news business but it’s still doesn’t change our core mission”

E a ideia de que “anyone can be a content creator” só veio enriquecer esta sensação de #Live e porque se consegue hoje à distância aquilo que só se tinha nas artes vivas: ter a reação imediata da audiência.

Ainda que com todas estas fontes e fluxos de informação, um plano de Relações Públicas está muito longe de se poder tornar #Live ou de haver espaço para improviso. Trata-se de “test and listen, test and listen, and test and listen…”

 

 

 

 

 

 

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s