A vista panorâmica das Relações Pública para o mundo

Da guest-list à demonstração de resultados, passando pelos 10 000 followers no facebook e pelo artigo no New York Times. O profissional de Relações Públicas é, atualmente, uma das peças mais importantes do puzzle, aquela que permite que tantas outras sejam possíveis de encaixar.

A definição da função do profissional de Relações Públicas tem por base “the management of communication between an organization and its publics.”(Grunig and Hunt, 1984). No entanto, é importante perceber a dimensão deste “between”, sendo que atualmente estamos constantemente perante um panorama de 360°, com um leque variado de stakeholders, – relações B2B, B2C, relações internas e relações com os meios – que já não aceita conteúdos automatizados.

São exigidos conteúdos autênticos e personalizados.

As Relações Públicas são como uma janela para o mundo. Criam e gerem relações, tornando-se  assim imprescindível no contexto atual de globalização em que vivemos. Se a janela se fecha, nada de mal pode entrar, mas também nada de bom pode sair.

No mundo predominantemente digital em que vivemos hoje, onde se conhecem múltiplos códigos e canais de comunicação, tudo é mais frágil e efémero face à envolvente, esta cada vez maior. São as Relações Públicas que enfrentam o desafio de criar relações sólidas e duradouras neste paradigma. No entanto, existe uma relação win-win entre o crescimento do digital e o crescimento da profissão das Relações Públicas, a janela das RP é tão grande quanto a janela desta nova era da comunicação.

(…) these new media have the potential do make the profession more global, strategic, two-way and interactive, symmetrical or dialogical, and socially responsible.” (Grunin, Jame E., 2009).

Por sua vez, o digital trouxe-nos o global e este é outro desafio a que as Relações Públicas dão resposta. A globalização coloca o multicultural e a heterogeneidade na linha da frente, exigindo que as relações que se estabelece nos dias de hoje sejam altamente distintas entre si.

Public Relations became a force for community and relationship building in a culturally complex world.” (Bardhan and Weaver, 2011).

As Relações Públicas, pela sua característica multidisciplinar, estão preparadas para a dinâmica multitasking onde atuam hoje. Como nos diz Johanna Fawkes: “Sometimes, of corse, it’s easier to explain what you don’t do.” (Fawkes, 2012).g

Uma janela grande e imprevisível, onde a única certeza é de que será sempre imperfeita, não fosse o mundo um conjunto de pessoas,  informações e relações imperfeitas.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s